notas de cote sisu 2017

[URGENTE] NOTAS de CORTE SISU 2017 ATUALIZADAS

URGENTE – Atualizada as parciais das Notas de corte Sisu 2017 com números do último dia (28/01)

sisu 2017

Galera, chegando a hora de definir as duas opções de curso no Sisu 2017. Hora de conferir a última relação de parciais das notas de corte Sisu 2017. 

O MEC/INEP divulgou nesta madrugada (28/01) a última lista com a parcial das notas de corte Sisu 2017 e o Melhores do Enem preparou um gráfico especial para você acompanhar com rapidez a concorrência por curso ou instituição. 

Consulta ao gráfico dinâmico com as Notas de Corte Sisu 2017

Você tem muitas opções para realizar a pesquisa no gráfico dinâmico. Na consulta com a sua nota, o gráfico seleciona automaticamente os cursos que você conseguiria a vaga, caso permaneçam a nota de corte.

Há ainda a opção de pesquisa por curso e instituição. Se tiver alguma dúvida para verificar a nota, consulte o passo a passo disponível logo depois do gráfico.

Se quiser acessar as notas de corte do primeiro dia para comparar clique neste link.

O gráfico atual refere-se às notas de corte Sisu 2017 registradas até às 0hs do dia 28/01, ou seja, no último dia de inscrições para a modalidade de ampla concorrência. COMPARTILHE COM OS AMIGOS!

ATUALIZAÇÃO: Disponibilizamos as notas de corte do Sisu 2017 fechadas, ou seja, agora é possível fazer uma estimativa mais precisa para o Sisu 2018.

 

  • Notas de corte SISU 2017 referem-se à modalidade de ampla concorrência. O MEC/INEP não divulgou as parciais das notas vinculadas ao sistema de cotas.
  • As notas 1 referem-se aos cursos que não vão oferecer vagas na modalidade ampla concorrência.
  • As notas 0 representam os cursos que tiveram menos candidatos que as vagas oferecidas, ou seja, não tem nota de corte.

 

Alguns destaques das Notas de Corte Sisu 2017

O curso de Engenharia Civil do IFCE – Instituto Federal do Ceará – é o que apresenta a maior nota de corte Sisu 2017, ultrapassando a barreira dos 900 pontos (901,34).

As outras três maiores notas de corte são para o curso de Medicina, nas seguintes instituições: UFRN, UNIPAMPA E UFPA. Curso de outras áreas da Engenharia também estão entre os mais concorridos. As menores notas de corte estão nos cursos vinculados à licenciatura.

Leia também:

Notas de corte parciais Sisu 2017 – Tutorial

Para demonstrar como consultar as notas de corte parciais do Sisu criamos um pequeno tutorial com informações.

    • O primeiro passo para verificas as notas de corte parciais Sisu 2017 é digitar a sua nota no campo destacado na imagem abaixo. Você pode ainda mover o cursor de nota para fazer a seleção. Por esta consulta você somente vai visualizar os cursos que se enquadram na pontuação que você obteve no Enem 2016.Notas de corte

 

    • Com a ação 1 o gráfico apresenta todos os cursos que estão com nota de corte igual ou abaixo do valor apresentado. Você pode selecionar a Instituição de preferência, para restringir sua pesquisa.Notas de corte Sisu

 

  • Mas se você já escolheu um curso e quer saber as instituições que oferecem vagas a partir da sua nota de corte. Clique no item conforme a imagem abaixo.Simulador Sisu 3
  • Ao posicionar o cursor na barra de pontuação você tem acesso a detalhes do curso (turno, número de vagas, o Grau – Licenciatura ou Bacharelado, por exemplo – ). Veja a demonstração na imagem abaixo.

Notas de corte Sisu 2017

Saiba como é calculada a nota do Enem 2016

O cálculo das notas do Enem para as outras quatro áreas do conhecimento (Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Matemática) e calculada pela chamada Teoria da Resposta ao Item (TRI).

A partir do pré-teste cada questão é colocada numa régua que tem como parâmetro o número 500. As questões fáceis estão abaixo de 500 e as consideradas difíceis acima deste valor.

Nesta metodologia, calculada por computador, é considerado o nível de dificuldade das questões (fáceis, médias e difíceis), com pesos diferentes. Para selecionar as questões em cada nível é realizado um pré-teste, fundamental para constituir um banco de questões para o Enem.

Questões com pesos diferentes no Enem 2016

Para avaliar se a questão é fácil, de nível mediano ou difícil o MEC considera três parâmetros:

  1. Discriminação: diferencia o desempenho do aluno pela dificuldade da questão.
  2. Dificuldade: determina em que posição da régua (fácil, médio ou difícil) a questão se enquadra.
  3. Casualidade: considera em que medida a questão foi acertada de modo casual.

Com base no histórico do aluno é feito o cálculo de cada questão, assim, uma mesma questão pode ter peso diferente na atribuição de nota de cada aluno. A intenção é “encaixar” o aluno na régua de avaliação.

Neste contexto, um aluno pode até superar os 1.000 pontos em uma área de conhecimento, pois a nota não é a mera soma de acertos, mas corresponde a um contexto de acertos de cada participante.

Provas do Enem 2016

As provas do Enem foram realizadas nos dias 05 e 06 de novembro para a maioria dos participantes. No total, realizaram os exames 5.848.619 candidatos. A abstenção chegou a 30% segundo o MEC INEP, com 2.507.596 faltosos.

Já nos dias 03 e 04 de dezembro foram aplicadas provas para os 271.033 estudantes inscritos que não puderam participar do Enem em novembro, devido às ocupações das escolas.

No cômputo geral, realizaram as provas 6.005.607 candidatos realizaram as provas do Enem 2016.

Sisu 2017 – Quem pode participar

O Sisu utiliza o desempenho dos estudantes no Enem para selecionar candidatos para as vagas disponíveis nas instituições públicas de ensino superior.

Todos os candidatos que participaram do Enem 2016 e obtiveram nota diferente de zero na redação podem fazer a inscrição.No entanto, é bom verificar as notas mínimas exigidas por algumas instituições em cursos específicos.

Como funciona o Sisu

As universidades, faculdades, institutos e centros universitários disponibilizam para o Ministério da Educação (MEC) a quantidade de vagas ofertadas em cada . A partir dessa informação e conforme o cronograma de seleção previamente definido, os candidatos escolhem o curso e a instituição que deseja estudar.

Os que obtiverem maior nota no Enem 2016 dentro do número de vagas são considerados classificados no Sisu 2017 e serão convocados para matrícula. Listas de espera são utilizadas para preencher vagas não preenchidas.

No período de inscrição o MEC divulga as notas de cortes parciais, outro parâmetro importante (o Melhores do enem fará a divulgação diária). O processo de seleção via Sisu é realizado duas vezes por ano.

Sisu MEC

O Sisu faz parte do projeto do Ministério da Educação (MEC) que visa selecionar os estudantes por meio do Enem. Para acompanhar outras informações sobre cronograma, próximos editais e outras notícias acesse o site oficial do Sisu (sisu.mec.gov.br ).

O Prouni e o FIES são outros programas que buscam criar mecanismos de acesso e permanência no ensino superior.

 Instituições que oferecem vagas no Sisu 2017
AC – Acre
IFAC – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ACRE
UFAC – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE
AL – Alagoas
IFAL – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS
UNEAL – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS – UNEAL
UFAL – UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
AM – Amazonas
IFAM – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS
UFAM – UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS
AP – Amapá
IFAP – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ
UNIFAP – UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ
BA – Bahia
IFBAIANO – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO
IFBA – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA
UNEB – UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA
UESC – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
UESB – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA
UFBA – UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
UFOB – UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA
UFRB – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA
UFESBA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA
CE – Ceará
IFCE – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ
UNILAB – UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA
UECE – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ
UFCA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI
UFC – UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
DF – Distrito Federal
ESCS – ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
IFB – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIENCIA E TECNOLOGIA DE BRASILIA
UNB – UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
ES – Espírito Santo
IFES – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO
UFES – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
GO – Goiás
IF GOIANO – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO
UFG – UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
MA – Maranhão
IFMA – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO
UFMA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
MG – Minas Gerais
CEFET/MG – CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
IFTM – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO
IFMG – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS
IFNMG – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS
IFSEMG – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS
IF SUL DE MINAS – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS
UEMG – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS
UNIMONTES – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS
UNIFAL-MG – UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS
UNIFEI – UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ – UNIFEI
UFJF – UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA
UFLA – UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
UFMG – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
UFOP – UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO
UFSJ – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI
UFU – UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
UFV – UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
UFTM – UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO
UFVJM – UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI
MS – Mato Grosso do Sul
UFGD – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS
IFMS – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL
UEMS – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL
UFMS – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL
MT – Mato Grosso
IFMT – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO
UNEMAT – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
UFMT – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
PA – Pará
IFPA – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
UFPA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
UNIFESSPA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ
UFRA – UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA
PB – Paraíba
IFPB – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA
UEPB – UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
UFPB – UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
UFCG – UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
PE – Pernambuco
UNIVASF – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
IFPE – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO
IF SERTÃO – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO
UPE – UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO
UFPE – UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
UFRPE – UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
PI – Piauí
IFPI – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ
UESPI – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ
UFPI – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
PR – Paraná
IFPR – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARANÁ
UEL – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
UNICENTRO – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE
UENP – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ
UNIOESTE – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ
UNESPAR – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ
UNILA – UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA
UFPR – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
UTFPR – UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
RJ – Rio de Janeiro
CEFET/RJ – CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA
UEZO – CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE
ENCE – ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS
FAETERJ PARACAMBI – FACULDADE DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
FAETERJ PETRÓPOLIS – FACULDADE DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – FAETERJ
FAETERJ R DE JANEIRO – FACULDADE DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – FAETERJ
IFRJ – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO
IF FLUMINENSE – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE
ISERJ – INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO
ISEPAM – INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PROFESSOR ALDO MUYLAERT
UENF – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO
UNIRIO – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
UFRJ – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
UFF – UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
UFRRJ – UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
RN – Rio Grande do Norte
IFRN – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE
UERN – UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
UFRN – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
UFERSA – UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO
RO – Rondônia
IFRO – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA
RR – Roraima
IFRR – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA
UFRR – UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
RS – Rio Grande do Sul
UFCSPA – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE
UNIPAMPA – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA – UNIPAMPA
IFRS – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL
IFFARROUPILHA – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA
IFSUL – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE
UERGS – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL
UFPEL – UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
UFSM – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA
FURG – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE
UFRGS – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
SC – Santa Catarina
UDESC – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA
IFSC – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA
IF CATARINENSE – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE
UFFS – UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
UFSC – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
SE – Sergipe
IFS – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SERGIPE
UFS – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
SP – São Paulo
UFABC – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC
IFSP – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO
USP – UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
UFSCAR – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS
UNIFESP – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
TO – Tocantins
UFT – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS
IFTO – INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS
UNITINS – UNIVERSIDADE DO TOCANTINS

 
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)

Loading...

Cristiano Alvarenga

Jornalista com mestrado em Comunicação pela Unesp. Especialista em Marketing de Conteúdo e Jornalismo de Dados.

2 thoughts to “[URGENTE] NOTAS de CORTE SISU 2017 ATUALIZADAS”

    1. Olá você tem que tentar o PROUNI, por que com essa nota no SISU não vai conseguir nada infelizmente, as notas de corte esse ano foram acima de 650.

Deixe uma resposta