Inscrições Enem 2017 – Veja como funciona o Enem

Inscrições Enem 2017 Como funciona o Enem

Exame Nacional do Ensino Médio contribui para a democratização do acesso ao ensino superior gratuito. O Enem virou referência como meio para ingressar no ensino superior.

Assim, em período de inscrições Enem 2017, é importante saber como funciona o Enem. Como a informação será possível se dar bem nos diversos processos de seleção que utiliza o Enem como referência.

Vale ressaltar que as inscrições Enem 2017 estarão abertas de 08 a 19 de maio. Fiquem atentos!

História do Enem

inscrições enem 2017 como funciona o enem

O Enem foi criado em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC), em conjunto com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP).

O objetivo era criar um mecanismo para  de avaliar os estudantes que estavam concluindo o ensino médio e assim planejar ações visando aprimorar as práticas de ensino e aprendizagem. Naquele período a prova continha 63 questões fechadas e uma redação e era realizada em apenas um dia.

A primeira edição do Enem teve 157.221 inscrições e índice de abstenção de 23%. Na edição de 2016, alcançou mais de 8 milhões de inscrições.

Veja o histórico no número de inscrições no gráfico abaixo:

A partir de 2009 o Enem também passou a ser critério para selecionar estudantes para ingresso em cursos de ensino superior. Conheça os caminhos para participar de cada processo de seleção.

Sisu, ProUni e Fies: relação com o Enem

Hoje o Enem está inserido nos seguintes processos de seleção.

No Sistema de Seleção Unificada (Sisu) os estudantes utilizam a nota obtida no Enem para concorrer às vagas disponibilizadas em instituições públicas de ensino superior, como universidades e institutos federais.

Já o Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas parciais e integrais em cursos de graduação em instituições privadas de ensino superior. A seleção é baseada em condições socioeconômicas e no resultado obtido no Enem.

Outra forma de apoio para ingresso no ensino superior é o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) que oferece contrato e financiamento das mensalidades escolares. Para concorrer é necessário ter participado do Enem e participação de seleção socioeconômica.

O formato da prova também mudou. Desde então, os candidatos são avaliados em 180 questões e uma redação. As provas são aplicadas em dois dias de provas.